Sobre

 
A psiquiatria é a disciplina médica que trata as crises, perturbações e doenças mentais, e ainda, os constrangimentos e dificuldades inerentes ao longo da vida. Não obstante as variadas perspectivas teóricas e clínicas, a minha orientação profissional tem, nas últimas décadas, seguindo, rigorosamente, uma perspectiva bio-psico-social. Ou seja, a intervenção clínica que privilegio apoia-se, simultaneamente, na biologia/medicina, na psicologia e no familiar/social/cultural, relacionando estes três conjuntos de factores para realizar avaliações / diagnósticos, nos traumatismos, problemas de vida, e nas perdas, definir assim tratamentos mais adequados.
 
 
Comecei a exercer a especialidade no Internato Complementar em Psiquiatria, em 1975 (Revolução de Abril).
Oito anos depois, em 10 de Maio de 1983, ingressei de novo no Hospital Júlio de Matos. Nos últimos 40 anos exerci a minha actividade profissional fundamentalmente no serviço público. Para além da actividade clínica, exerci também, funções organizacionais como Director Clínico do Hospital Júlio de Matos (2001 – 2004) e de formação como Director do Internato Complementar de Psiquiatria (2008 – 2014). Antes, de 1989 a 2012, estive envolvido na criação, dinamização e desenvolvimento da Psiquiatria Comunitária. Assim nasceu a Unidade Comunitária de Cuidados Psiquiátricos de Odivelas (UCCPO) e a Associação Comunitária de Saúde Mental de Odivelas e Loures, actualmente designada por ACSMO, restrita ao Concelho de Odivelas.
Desde a minha reforma em Abril de 2016 que me foco apenas na clínica privada com consultórios em Lisboa e Cascais.
 
Integro a teoria psicanalítica, a sistémica (teoria familiar) e o bios (neurociências). Sou natureza (humana) e relaciono-me com a natureza (os meus doentes), nunca separando a minha situação / identidade pessoal e posição de observador / interventor na vida.
joao_fernandes.image2